Pic nic inusitado no Trapiche da Beiramar Norte.

This slideshow requires JavaScript.

No último Domingo o coletivo Sem Fronteiras realizou seu primeiro Pic nic Inusitado.

É uma proposta para convidar amigos e conhecidos para desfrutarem de qualidade de vida junto a espaços públicos da cidade.

Por volta das 14:00hrs chegamos com toda nossa bagagem para curtir a tarde praticando Slack line.

O Slack line em particular, tornou-se a grande atração da tarde. Muitos desafiavam-se contra o equilíbrio em cima da corda.

O que acabou chamando a atenção dos que visitavam o Trapiche Municipal. Por alguns instantes formou-se fila em volta das cordas,  o Rafa gentilmente ofereceu-se para auxiliar a todos que tentavam praticar o esporte pela primeira vez. Homens, mulheres, e especialmente crianças, aguardavam sua vez para experimentar a corda-bamba.

Foi percebido também, que o grupo de pessoas que formou-se ao lado do Trapiche, acabou por incentivar outras famílias e visitantes a sentarem na grama, estenderem toalhas e cadeiras, a fim de usufruir do fim de tarde especial a qual fomos contemplados no último Domingo. Algo que surpreendeu, visto que muitos dos convidados presentes são frequentadores diários da Beiramar Norte, e nunca haviam visto tamanha quantidade de pessoas nas mediações do Trapiche.

Gostaríamos de parabenizar a todos os presentes pela disposição e entusiasmo ! O estímulo é por nossa parte. Mas a motivação é SUA.

Parabéns também ao Júlio, proprietário do quiosque da Beiramar, que vem demonstrando uma enorme prestatividade em apoiar iniciativas sustentáveis.

Foi um primeiro contato do grupo com a cidade, a intenção agora é complementar ainda mais a ação. De forma com que incluam-se oficinas, manifestações artísticas, música, e a interação, trazendo a tona os problemas de nossa cidade e qual é a nossa parte nessa história.

Fiquem ligados ao próximo convite ! Faça parte dessa idéia.

One thought on “Pic nic inusitado no Trapiche da Beiramar Norte.

  1. O sentido acontece com aquilo que é experimentado.
    Respeito pelas ruas, praças, parques;
    lugares comuns, bonitos, agradáveis.
    Mas quando esses se tornam lugares de encontro
    Tornam-se incapazes de serem explicados.
    Parabéns pic-nic-inusi-tado
    por não ter me dado condições de dizer o que foi sentido domingo de tarde.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s